terça-feira, maio 16, 2006

Notícias de uma guerra particular


(Marginal Pinheiros, Gotham City, 19h01 - foto Lilx)

As estatísticas oficiais só mediram até os 215km de congestionamento. Depois, oficialmente, o sistema de medição "parou de funcionar". Atribuir o recorde histórico de congestionamento ao PCC pode ser perigioso para as institucionalidades de plantão.

Quem vive em ruas ou avenidas movimentadas teve a noite mais tranquila do ano. Depois das 21h, o barulho de buzinas e motores cessou. Sem carros, motos e ônibus nas ruas, o raro silêncio só era quebrado por alguma sirene ou helicóptero cruzando a cidade deserta.

Em Paris, queimaram carros. Em São Paulo, mais de 90 ônibus foram incendiados.

São Paulo viveu o seu "11 de setembro" à Nova Orleans: quem tinha carro, voltou pra casa para assistir ao espetáculo do medo em rede nacional. Como a polícia não garantiu a circulação dos ônibus (melhor proteger agências bancárias), 70% da população que não possui automóvel teve que se virar como pode.

O rodízio de veículos foi suspenso nesta terça-feira.

"Nenhum esquema especial para os ônibus", declarou a SPTrans na noite de segunda.

Da guerra particular, as estatísticas oficiais trazem o saldo de 39 policiais, 42 suspeitos e 13 detentos mortos.

voltar ao topo

Comments:
Gotham City haha

curiosidade: pode-se ver à direita um prédio onde no topo há um luminoso com detalhe em branco e vermelho, o vermelho é a letra C de Caloi. Essa é a sede deles.

Engraçado que os executivos que trabalham lá, provavelmente todos possuidores de carro, devem ter pego esse pequeno congestionamento na saída do trabalho (que é vender não só, como também, uma alternativa para esse trânsito).
 
Já pensaram se em vez de queimar ônibus, queimassem carros e em vez de matar policiais, matassem políticos corruptos?
 
Agora os paulistas já sabem como é um dia normal no Rio.
 
Correção:

O recorde histórico de congestionamento em São Paulo é de 242 km, em 28 de junho de 1996.
 
a situaçao e seria!!!!!!!!!!!!!crismacleiton
 
Postar um comentário

<< Home