quinta-feira, junho 09, 2005

Vai de bike pra Daslu


(foto: Olga Vlahou, revista Carta Capital)

No último sábado foi inaugurada a nova loja Dalsu, às margens do esgoto conhecido como Rio Pinheiros. A Daslu é um shopping de 20 mil metros quadrados com 120 grifes internacionais, feita especialmente para aquela parcela dos paulistanos que acredita viver no principado de Mônaco.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo, 15 garçons que trabalharam na festa de inauguração teriam sido vítimas de intoxicação alimentar por causa da comida servida. Claro que não era a comida dos convidados, mas sim arroz, feijão, carne e farofa servidos para aquela porção dos paulistanos que habita Serra Leoa e trabalha como serviçal dos bem-nascidos.

Compre um helicóptero, seu pobretão
Na foto acima, Eliana Tranchesi, a dona do império. Ao fundo, o meio de transporte favorito de seus clientes. São Paulo tem a terceira maior frota de helicópteros do mundo (só perde para Tókio e Nova Iorque). Fina ironia para a terra que tem também um dos maiores índices de congestionamento do mundo e o menor índice de ocupação de veículos do país (1,2 pessoas por automóvel).

Se, no passado, o sonho de consumo dos ricos e emergentes era um automóvel importado, hoje o fetiche dos endinheirados é o helicóptero. Assim eles não precisam conviver com os problemas (e, principamente, com as pessoas) de uma cidade destruída, nem perder horas no trânsito caótico da metrópole. Pelo menos até algum paulistano de Serra Leoa enfiar o revolver na cabeça do grã-fino e gritar a célebre frase "é um assalto".

Para os pobres que ainda insistem em andar de automóvel, a loja cobrará a bagatela de R$30,00 pela primeira hora de estacionamento. A Daslu desmentiu ainda o boato de que será proibido entrar a pé no estabelecimento. Vai para o céu o grã-fino que se aventurar pelas calçadas ao lado das águas fétidas e do mar de carros esfumaçantes e barulhentos da Marginal Pinheiros.

voltar ao topo

Comments:
Quero ver o que acontecerá quando começarem os assaltos a helicópteros... E agora, quem poderá defendê-los???
 
Isso é o fim do mundo...
Renata Dantas.

ah, cheguei no teu blogger através no blogger do inácio. mto legal aqui, volto sempre.
 
Isso que me deixa indignado, o que não faz a vontade de ser como os outros de sua espécie....pois é se vc perguntar para este 1% do nicho que tem poder aquisitivo de comprar nesta "lojinha", quanto ja foi gasto neste lugar, vc cai duro para traz, e pra que? ser igual ao seu visinho lá do Alphaville é lógico.....mas cadê a identidade deste povo, que para nós paulistanos de "serra-leoa" é tão presente? Pois cultivamos nossas caracteristicas, e queremos na maioria das vezes sermos diferentes, mostrar nossa personalidade.....agora eu sendo um usuário também de automoveis (digo que por comodidade as vezes)que ja achava absurdo pagar R$3,00 latinhas num estacionamento, pagar R$30,00 LATINHAS !!!!!, ja começa por ai a seleção dos fregueses, pois eles não vão querer que nós simples mortais passemos por la, e quando a vendedora (que neste caso são pessoas famosas como uma das filhas do Silvio Santos, e do ex Governandor de SP Mario Covas), perguntar o que queremos , digamos que só estamos olhando...
 
Vamos invadir de bicicleta!!!!

Daisy
 
Postar um comentário

<< Home